Carta de Intenções – Articulação Colabora HabitAção

Share this

Após 1º encontro presencial em São Paulo, o grupo que reúne mais de 60 organizações, empresas e negóios de impacto assina manifesto reafirmando compromissos para endereçar os principais desafios do setor de habitação

Liderada pela Habitat para a Humanidade Brasil, a articulação reúne mais de 60 organizações, ongs, empresas e negócios de impacto que trabalham com melhorias habitacionais e com o direito à moradia, e possui como objetivo encontrar soluções possíveis para os principais desafios do setor.

A articulação surgiu no início da pandemia de coronavírus em 2020. Diante da importância que a moradia tomou neste momento, diversas organizações se uniram para trocar experiências e trabalhar em conjunto para encaminhar os desafios em escala local e nacional.

Tornou-se um coletivo de troca e aprendizagem para que quem está na ponta, nas comunidades, sejam impactados da forma mais rápida e eficiente possível.

A Articulação Colabora HabitAção entende que para encaminhar os desafios para a garantia do direito à moradia digna para mais brasileiros é necessário um esforço coletivo que envolve toda a sociedade. Empresas, sociedade civil, poder público e movimentos sociais.

Por isso, pela primeira vez, esse grupo se reuniu no 1º Encontro Colabora HabitAção, nos dias 31/03 a 02/04, em São Paulo, para criar um plano de ação, mapear metas e desafios.

Confira a Carta de Intenções

Chegamos a esse primeiro encontro da Articulação Colabora HabitAção ainda vivenciando a maior tragédia sanitária e humanitária que o nosso país já viveu, uma tragédia que tirou a vida de mais de 600 mil pessoas no Brasil e escancarou as desigualdades no acesso à saúde, no acesso à serviços básicos como água e esgoto, no acesso à direitos fundamentais, entre eles o direito à moradia adequada.

O trabalho das organizações que formam a Articulação Colabora Habitação tem potencial de contribuição de maneira significativa com a redução das condições de precariedade das moradias. Por isso mesmo, faz-se cada vez mais necessário o fortalecimento dessa articulação e das organizações que a compõe.

Por isso nós, as organizações que integram este grupo, nos comprometemos a trabalhar em conjunto e colaborar para o endereçamento prioritário dos seguintes desafios do setor, nos próximos 2 anos:

  1. Capacitação e inclusão de mão de obra feminina para melhorias habitacionais;
  2. Discutir e desenhar e implementar modelos de Preço Social com a indústria de materiais da construção civil;
  3. Trabalhar na proposta e modelagem do “modelo mix” (crédito + doação), para criação de faixas de subsídio para apoiar as famílias dos territórios onde atuamos.

O trabalho para o desenvolvimento desses temas seguirá as dinâmicas já implantadas até aqui pela Articulação e nos comprometemos a participar no desenvolvimento de soluções para as questões prioritárias e outros temas que aparecem durante a nossa jornada. Para tanto, firmamos o presente documento.

Quem assina

Abra Arquitetura
ArqCoop+
Arqpodemos
Arqtodos
Arquitetas Nômades
Arquitetos da Vila
Arquitetura Faz Bem
Arquitetura Humana
Associação Onze8
Athos Servtec
ATOS Colaborativos
Aza Vital
Bom Viver
Coletivo Meio
Comuta
Construnir Engenharia
Cura
Dona Obra
EficiObra
Engenheiros Sem Fronteiras – Porto Alegre
Estudio Polis
Geathis
Habitat para a Humanidade Brasil
Hublar
Kopa Coletivo
Modlar
Moradigna
Panã
Porta e Janela
Reparação
Sul Arquitetura
Traço e Ato
Viverde Casa

Faz parte da Articulação, mas não assinou a Carta? Assine agora preenchendo os campos abaixo.