Habitat para a Humanidade e ONU Habitat renovam parceria

Share this

Com objetivo de atender necessidades de moradias precárias em todo o mundo, a parceria tem como foco os impactos da pandemia, mudanças climáticas e metas de desenvolvimento sustentável

O mundo se esforça para se recuperar dos impactos devastadores da pandemia de COVID-19 e a demanda por uma habitação segura e acessível é mais do que urgente. Por conta da situação crítica em que muitas famílias se encontram e da compreensão do papel crítico que um lar saudável desempenha na vida das pessoas em todo o mundo, a Habitat para a Humanidade Internacional e a ONU Habitat renovaram  sua parceria para diminuir a necessidade global por moradias acessíveis e dignas.

Nos próximos cinco anos, as duas organizações vão trabalhar em conjunto para apoiar o desenvolvimento e a implementação de programas habitacionais sustentáveis e acessíveis. A parceria tem como objetivo realizar intercâmbio de conhecimentos, práticas inovadoras e treinamentos, além de ampliar a conscientização sobre a causa da moradia através de ações de comunicação e de incidência em políticas públicas. 

Os principais eixos de atuação estão relacionados aos impactos da pandemia nos territórios ocupados de forma irregular, como a população que habita esses lugares estão se adaptando à mudança climática global e quais são os caminhos possíveis para a implementação de uma agenda sustentável. 

A pandemia COVID-19 expôs uma série de desigualdades em comunidades vulneráveis em todo o mundo, incluindo a necessidade de moradia segura. Também enfatizou o papel importante que uma casa decente desempenha na saúde e no bem-estar das famílias ”, Jonathan Reckford, CEO da Habitat para a Humanidade Internacional.

Parceria de longa data

A Habitat para a Humanidade e a ONU Habitat trabalham juntas desde 1976, quando ambas as organizações foram fundadas.  Ao longo dos anos, as duas organizações co-patrocinaram e coordenaram diversos fóruns globais e regionais de habitação para compartilhar conhecimentos sobre estratégias de inovação habitacional. As organizações firmaram uma parceria formal em 2014 para abordar a pobreza global e promover cidades sustentáveis  por meio de mudanças  sociais, econômicas, culturais e ambientais. 

A habitação não é apenas um direito humano em si, mas também uma condição prévia para acessar outros direitos fundamentais, a dignidade humana e o bem-estar geral.  A crise alavancada pela COVID-19 nos lembrou disso da maneira mais aguda ”, Maimunah Mohd Sharif, diretor executivo do UN-Habitat. “Ao assinar este‘ Memorando de Ação ’, o UN-Habitat e o Habitat for Humanity em conjunto reconhecem e estão alinhados em abordar a habitação adequada como uma prioridade crítica, especialmente à luz dos esforços de recuperação do COVID-19