Doação mensal: faça parte da promoção da igualdade social

Share this

Enquanto as desigualdades sociais continuam a desafiar nossa humanidade, a doação mensal se destaca como um ato de compaixão e compromisso. Uma pesquisa do IBGE mostrou que um em cada cinco brasileiros vive em habitação precária. Dentre essas pessoas, 43,2% tem rendimento mensal menor que R$ 436.

Por meio da doação recorrente, é possível apoiar as organizações sociais que dedicam seus recursos, paixão e esforços no combate às desigualdades sociais, contribuindo para um mundo mais igualitário e acolhedor para pessoas em situações de vulnerabilidade.

Neste artigo, entenda a importância da doação e garantia dos direitos fundamentais para famílias vulneráveis. Continue a leitura!

O que é e como funciona a doação mensal?

A doação mensal é um compromisso contínuo de apoio financeiro, geralmente com um valor fixo a ser doado mensalmente, como forma de apoiar e transformar vidas. Essas organizações, como a Habitat Brasil, contam com doações regulares para manter seus projetos em andamento e alcançarem resultados a longo prazo.

Devido à importância do ato de doar, foi criado o Dia de Doar, um movimento global que incentiva as pessoas a doarem para causas sociais. Em 2023, o Dia de Doar será celebrado no Brasil no dia 28 de novembro, sendo uma oportunidade para se conectar com as causas que você apoia e promover a mudança na vida de milhares de pessoas.

Por que a doação mensal é importante para as organizações sociais?

Milhares de famílias vivem em situação de vulnerabilidade social e dependem dos projetos e ações realizados por organizações sociais para terem acesso aos direitos fundamentais, permitindo que vivam com dignidade.

Durante a pandemia da Covid-19, as organizações sociais viram as doações reduzirem, devido aos desafios econômicos e diminuição da renda da população. Os doadores que apresentavam menor renda, após a pandemia, passaram a ser beneficiários de programas sociais.

O valor total doado diminuiu de R$ 13,7 bilhões em 2015 para R$ 10,3 bilhões em 2020, segundo a Pesquisa Doação Brasil 2020.

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), entre 2020 e 2021, o número de pessoas na pobreza social no Brasil aumentou de 50,8 milhões para 62,5 milhões, o que representa um crescimento de 22,7%.

Em 2021, 32 milhões de crianças e adolescentes no Brasil viviam em situação de pobreza, o que representa 63% do total. 

Os dados são da pesquisa “As Múltiplas Dimensões da Pobreza na Infância e na Adolescência no Brasil”, realizada pelo UNICEF, que considera as diferentes facetas da pobreza multidimensional, ou seja, diferentes causas contribuem para essa desigualdade social:

  • falta de acesso a saneamento básico (21,2 milhões de crianças e adolescentes);
  • privação de renda (20,6 milhões);
  • falta de acesso à informação (6,2 milhões);
  • falta de moradia adequada (4,6 milhões);
  • privação de educação (4,3 milhões);
  • falta de acesso à água (3,4 milhões);
  • trabalho infantil (2,1 milhões).

A diminuição dessas disparidades exige soluções que vão além de ações paliativas e a doação mensal é fundamental para que isso aconteça. Com a doação mensal, as organizações sociais podem realizar ações de combate às desigualdades sociais de maneira contínua, beneficiando um número maior de pessoas ao longo do tempo.

A doação mensal ainda ajuda as organizações sociais a responderem de forma ágil a emergências e a lidar com situações de crise. Por exemplo, em momentos de desastres naturais, como enchentes, uma organização que recebe doações regulares terá mais capacidade para disponibilizar recursos e auxiliar as pessoas afetadas de forma rápida e eficiente.

Conheça a Habitat Brasil

A Habitat para a Humanidade Brasil atua desde 1992 para combater a desigualdade social no país. Nosso objetivo é garantir que as pessoas em condições de vulnerabilidade tenham um lugar digno para viver.

Para isso, realizamos projetos de construção e melhorias de moradias precárias urbanas e rurais e, nesses anos de atuação no Brasil, já alcançamos:

  • 197 mil pessoas beneficiadas;
  • 291 comunidades impactadas;
  • 7.595 casas novas construídas;
  • 2.257 casas melhoradas;
  • 615 cisternas construídas.

Para assegurar a continuidade dos nossos projetos, são necessários recursos financeiros constantes. Ao contribuir com uma doação mensal, você se junta a um movimento coletivo em prol de moradias dignas, saneamento básico e água potável, direitos fundamentais para uma vida saudável e com dignidade. 

Apoie a Habitat Brasil e contribua para manter nossos projetos em andamento, que visam transformar vidas por meio da moradia digna, saneamento básico e água potável para todos. Sua doação é essencial para garantir direitos fundamentais e proporcionar uma vida saudável e digna para milhares de pessoas. Juntos, podemos fazer a diferença, faça uma doação hoje!

Resumindo

O que é doação mensal?

A doação mensal é uma contribuição financeira feita de forma regular para organizações e causas sociais, sendo uma maneira de oferecer apoio contínuo para uma causa que você apoia. Essas doações recorrentes também são conhecidas como “doações incentivadas”, pois os doadores podem deduzir o valor dessas doações do cálculo do Imposto de Renda.

Qual o valor mínimo de doação que não paga imposto?

O valor mínimo de doação para ter isenção do Imposto de Renda varia de acordo com o estado e o tipo de doação. Em São Paulo, o mínimo é de 2.500 UFESPs, que é equivalente a R$ 72.725,00 em 2023. Entretanto, doações feitas a entidades sem fins lucrativos podem ser isentas de imposto, mesmo que o valor seja inferior ao mínimo estabelecido.