Do sufoco ao trabalho voluntário

Share this

Antes da reforma, Karina nos chamou com pressa, pedindo que entrássemos correndo para conhecer sua casa. Depois da reforma, isso mudou. Passamos, pelo menos, umas três vezes por sua casa e ela não nos deixou entrar. O motivo era simples e sincero: “só quero que vocês entrem, quando minha casinha estiver toda arrumada! Aí sim, farei um bolo e café para receber vocês”.

Até o dia do cafezinho chegar, passaram-se mais de 20 anos em que Karina de Oliveira Santos (38) e Geovani Nunes dos Santos (42) viveram pagando aluguel na comunidade de Heliópolis, zona sul de São Paulo. Aos 13 anos de idade, Karina mudou-se para a comunidade junto com sua mãe e seu irmão, após a separação dos pais. A falta de condições levou a família para Heliópolis, pois, na época, o aluguel era um dos mais baratos.

Com muito esforço, juntando um dinheirinho aqui e outro ali, Karina e Geovani começaram a construir seu lar em um espaço desocupado da comunidade. Era o sonho da casa própria começando a ser erguido. Mas novamente as contas apertaram. “Ficou muito complicado. A gente estava pagando aluguel, material da obra e pedreiro. Mesmo sem terminar a obra, nós nos mudamos, porque não conseguíamos mais continuar pagando o aluguel”, conta Karina. Com o dinheiro que economizaram, só foi possível terminar o acabamento do primeiro andar da casa. Os outros dois andares, que seriam o quarto da família e a lavanderia, ficaram sem acabamento, sem janelas nem portas.

Foram 3 anos usando apenas um cômodo da casa, que durante o dia era cozinha e sala para Karina e os dois filhos, Guilherme (11) e Arthur (5). Ao anoitecer, os móveis eram afastados e davam espaço para os colchões, onde a família inteira dormia junta. Mas, o pior ainda estava por vir. “A laje não estava terminada e bastou uma chuva forte para transformar a nossa casa em uma cachoeira. Perdemos tudo… os poucos móveis que a gente tinha”, conta. Abdicaram de mais algumas coisas e conseguiram contratar um pedreiro para terminar, de vez, a reforma na laje da casa. Mas o trabalho não foi bem feito. A água da chuva passou, então, a infiltrar nas paredes da moradia. “Quando chovia muito forte, gente enchia de pano as paredes para a água não ir para os colchões que estavam no chão, quando íamos dormir”, lembra Karina.

No início desse ano, Karina estava em sua casa quando ouviu sua vizinha conversando com a equipe da Habitat Brasil e foi se informar sobre o programa. “Foi então que tudo mudou!” Após o cadastro e algumas visitas, e com o apoio financeiro da Metlife Brasil, a família da Karina conseguiu realizar o sonho de ter um lugar para chamar de lar. A Habitat Brasil reformou a laje para que não infiltrasse mais água e terminou a reforma no segundo andar da casa, fazendo com que a família pudesse viver com mais conforto.

“Graças a esse projeto minha casa está desse jeito hoje. Eu amei tudo. A casa ficou linda, mas estava vazia. Todos os móveis tinham estragado com as chuvas. Aí consegui comprar esse armário para a cozinha com a ajuda da minha patroa. Mas depois que ele estava montado, a gente descobriu que não tinha nada pra por dentro (risos). Mas vamos conquistando isso aos poucos, né”.

O trabalho voluntário

A reforma da casa da Karina foi finalizada graças ao apoio dos voluntários e funcionários da Metlife Brasil, que passaram um dia inteiro colocando a mão na massa ao lado da família. “Achei ótima a ação com os voluntários. Todos que vieram estavam com muita força de vontade. E foi muito bom também para eles conhecerem nossa realidade. É um aprendizado e tanto. Tenho certeza que eles passam a dar mais valor pras coisas. Porque você só começa a enxergar o mundo de outras formar, quando vê algo diferente”, conta Karina.

Karina e Geovani agora querem colocar a mão na massa também e apoiar na reforma das casas de seus vizinhos. “Se ajudaram a gente, não custa nada a gente ajudar também. O que eu puder fazer, eu vou fazer. Porque eu tenho certeza que tem gente que está em uma situação muito pior do que eu estava”, finaliza.

Escritório Nacional
CNPJ:
65.171.860/0001-33
Endereço: Rua São Gonçalo, 118 – Boa Vista, Recife, PE – 50070-600 – Brasil
Tel: 55 81 3221 3137
Email: habitat@habitatbrasil.org.br

Escritório de Inovações Urbanas
CNPJ:
18.093.824/0001-19
Endereço: Rua Estela, 515 – Vl. Mariana, São Paulo, SP – 04011-904 – Brasil
Tel: 55 11 5084-6698
Email: contato@hph.org.br

© Todos os direitos reservados – 2018 – Habitat para a Humanidade Brasil – Desenvolvindo por Brifô