Um quarto para Helen

Na comunidade de Vila Esperança, localizada na região metropolitana de Salvador, vive uma família unida e batalhadora. Desde muito jovens, Jeovânia e Lucinaldo trabalham duro para melhorar de vida. Nascidos em uma comunidade pobre, onde a maioria das famílias vive com menos de um salário mínimo por mês, começar a trabalhar muito cedo é uma regra. Mesmo assim, ambos batalharam para crescer.

Lucinaldo e Jeovânia são parte das poucas pessoas em Vila Esperança que conseguiram finalizar o ensino médio. Mas infelizmente, a realidade local não trouxe facilidades. Não conseguiram trabalho formal no mercado limitado da região, portanto sobrevivem fazendo bicos e prestando serviços das mais diversas formas.

Com muito esforço, conseguiram ir levantando sua casa. Ao longo dos anos, investiram tudo que podiam para torna-la um lugar saudável, confortável e acolhedor. Mas a falta de recursos se fez sentir. A casa era muito úmida e tinha graves problemas de infiltração. O ambiente era abafado, com pouca ventilação e muitos vazamentos de água.

Seis anos atrás, a filha do casal nasceu: Helen. Helen foi um bebê saudável, mas rapidamente desenvolveu problemas respiratórios e cansaço devido ao mofo e umidade da casa. Para tentar minimizar as crises de asma, Jeo e Lucinaldo passaram a colocar Helen para dormir com eles. A falta de manutenção no espaço piorou a estrutura do quarto: as paredes estavam se deteriorando, o telhado começou a ceder e o chão não recebeu cerâmica, era de terra batida. O tempo foi passando e Helen foi crescendo e precisando de mais espaço para brincar e se desenvolver com saúde.

Em 2015, a Habitat para a Humanidade Brasil foi convidada pela Dow Brasil a atuar na comunidade de Vila Esperança, promovendo reformas e melhorias nas casas de famílias com crianças e adolescentes. 30 famílias foram beneficiadas nesse projeto, incluindo a família de Jeovânia. Através do projeto, o quarto de Helen foi completamente reformado: as paredes foram rebocadas e pintadas, o piso recebeu cerâmica, as telhas foram trocadas para garantir um telhado seguro, vias de ventilação foram abertas para diminuir a umidade e eliminar o mofo. E Helen finalmente teve o seu lugar especial inaugurado!

Agora, ela tem um quarto seguro e espaçoso para brincar, fazer lição de casa, dormir. Para ser uma criança com uma infância digna. Amor, carinho, apoio e educação ela recebe de sobra dos pais. Com uma casa que lhe proporcione segurança física, resguardo contra doenças e conforto, ela tem um futuro com mais oportunidades para almejar.

DOE AGORA MESMO

Você também pode gostar
Colaboradores da Johnson & Johnson se unem e ajudam a construir casas mais dignas em Heliópolis/SP
Habitat para a Humanidade Brasil solidariza-se com moradores de Paraisópolis
favela-heliopolis-sao-paulo
Por que despejar famí­lias não é a solução?
Reconstruindo um lar em Heliópolis