Voluntariado mobiliza apaixonados

Fazer o bem sem olhar a quem. Isso mobiliza milhões de pessoas em todo o mundo que se engajam em programas de ajuda ao próximo e que celebraram, neste sábado (05.12), o Dia do Mundial do Voluntariado.  São casos como do casal Raquel Flinker e Samuel Wells. Ela, que mora no Rio de Janeiro, e ele, residente nos Estados Unidos, estão vivendo atualmente no município de Riacho das Almas, no Agreste do Estado de Pernambuco, para construir cisternas para famílias carentes com o projeto Água para Vidas da Habitat Brasil.

Em Setembro de 2015, Raquel e Samuel entraram em contato com a Habitat Brasil querendo se engajar com o projeto de acesso a água. Para além de doar para o projeto, eles resolveram que queriam colocar a mão na massa e ajudar famílias vivendo no agreste Pernambucano a terem acesso ao mais básico dos direitos humanos: água de qualidade. O casal então lançou um campanha de financiamento coletivo (crowdfunding) com o objetivo de arrecadar o recurso para a construção de 04 cisternas. A campanha deu tão certo que o casal não só atingiu a meta como a ultrapassaram, arrecadando o suficiente para a construção de 05 cisternas que irão beneficiar diretamente cerca de 20 pessoas vivendo na zona rural da cidade de Riacho das Almas.

Esta não é a primeira ação voluntária de Raquel e Samuel, que já doaram seu tempo e energia para outros projetos da Habitat for Humanity e outras organizações também. Há alguns anos, Raquel, engenheira ambiental, voluntariou com a Habitat em Nova Orleans, reconstruindo casas para famílias atingidas pelo Furacão Katrina. Além disso, foi voluntária da organização Engenheiros Sem Fronteiras. Samuel, que trabalha profissionalmente com construção, também já dedicou seu tempo e esforço socialmente, tendo viajado com um grupo de sua igreja para trabalhar na reconstrução de comunidades no Haiti.

A escolha do projeto Água para Vidas não foi por acaso. “Nós queríamos participar de um trabalho social. Eu já conhecia o trabalho da Habitat e fiquei interessada quando soube que a Habitat está no Brasil. Pensamos: podemos ajudar aqui mesmo! Como todos sabem, o sudeste está passando por uma crise hídrica mas o problema da seca no Nordeste já existe há bem mais tempo e muitas famílias ainda sofrem com a falta de acesso a água em casa e precisam caminhar longas distância para buscar água. Ajudar a mudar esta realidade foi nossa motivação”, diz Raquel.

O trabalho não é nada fácil! Com o apoio do Centro Sabiá, parceiro da Habitat para a Humanidade Brasil no projeto, do pedreiro sr. Roberto e da comunidade, o casal está trabalhando diariamente em todas as etapas de construção das cisternas, 5 dias por semana. Em pouco mais de duas semanas, já construíram três cisternas e devem continuar na região até meados de Dezembro para finalizar as duas que restam.

A rotina puxada, combinada com o clima extremamente quente e o trabalho braçal intenso poderiam desgastar facilmente. Mas com o acolhimento das famílias, o bom humor e, principalmente, a disposição para ajudar, o voluntariado se torna uma experiência transformadora, tanto para quem o pratica quanto para a comunidade beneficiada.

Para conhecer mais sobre a iniciativa da Raquel e do Samuel, clique aqui!

Para mais informações sobre o projeto Água para Vidas, acesse a página do projeto aqui em nosso site.

Você também pode ajudar a mudar a realidade de milhares de famílias vivendo sem acesso a água. Torne-se um doador da Habitat e ajude a garantir este direito hoje mesmo! 

 

Fotos: Bernardo Dantas e Raquel Flinker

Você também pode gostar
Vaga para Voluntário – Comunicação (audiovisual)
Vaga para Voluntário – Área Social (projetos)
Hoje é dia de transformar: Habitat Brasil no programa Como Será? da Rede Globo
Depoimento de voluntário do Água para Vidas

2 Responses

  1. Kátia

    Prezados não tenho como ajudar financeiramente no momento mas me disponho a ajudar no projeto como voluntária, porém estou em Mauá SP, onde inclusive tem uma população muito carente tbm q necessita desta ajuda inclusive eu.
    Já deixei meu pedido em outro comentário e espero aqui poder contar que tbm me incluam como voluntária caso venham p rregião onde estou, fiquem com Deus

    Katia

Deixe uma resposta

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.